Entretantos – Saborosos contos de Célia Marinangelo

Edição em parceria com a Chiado Books, disponível no Brasil, em Portugal e países de língua portuguesa, é lançado o livro de contos de Célia Marinangelo.
Disponível para venda. Peça aqui
Leia abaixo a introdução da autora:

Os livros sempre estiveram presentes em minha vida. Minhas lembranças mais remotas mostram o encantamento da criança, que ainda não decifrava o código da escrita, mas se maravilhava com as ilustrações e contava histórias para si mesma, por meio delas. Quando não tinha livro nas mãos, as nuvens e suas variadas formas e figuras serviam de mote para enredos criados e recriados pela imaginação fértil, da menina que nasceu fora de safra, quarta filha de irmãos e primos mais velhos.

Na minha infância, íamos à escola aos sete anos, ávida por aprender a ler, não tive a aptidão de decifrar tal código sozinha, mas em minhas memórias, que talvez sejam inventadas, acho que aprendi na primeira semana de aula e, desde então nunca mais parei de ler. Lia tudo o que me caía nas mãos, as aventuras de Narizinho, claro! _ mas, também, mitologia, contos de fada clássicos, folclore, o que fosse. Na maturidade, tenho certeza de que os livros me salvaram. Salvaram-me de tristezas profundas, do tédio, de desencantos com a vida. Trouxeram-me momentos de reflexões, emoções e, por que não? Certa sabedoria, um olhar amplo e periférico sobre os acontecimentos do mundo e do cotidiano.

Talvez a paixão pela leitura tenha me encaminhado para os estudos da História, que foi a Faculdade que cursei e, depois continuei sempre na mesma linha, buscando as tessituras da literatura com história política e étnica dos povos nos romances; num pós graduação em Literatura Comparada.

Junto às inúmeras leituras feitas em livros escritos em língua portuguesa, as leituras do cotidiano e sentimentos vivenciados pela vida afora, foram se transformando em textos literários de autoria própria e, se acumularam pelas gavetas e pastas aleatoriamente. Da mesma forma desenhos de traços simples, a lápis de cor, colagens despretensiosas inspirados nos temas ou vice versa foram enchendo cadernos, espalhados pelas prateleiras das estantes dos muitos livros manuseados e companheiros fiéis; resolvi juntar alguns num pequeno livro meu.

Ao compilar os textos aqui apresentados, assim como os desenhos, que foram trabalhados digitalmente por um artista gráfico, a intenção foi, tão somente, partilhar um pouco do prazer que a literatura e o desenho pode proporcionar, colocando a arte ao alcance das mãos de todos sem pretensão de grandes inovações, oferecendo o prazer puro de folhear  um livro e ler pequenos textos, talvez incentivar a busca de próprios traços e palavras e, delicadamente tocar sua emoção.

Célia Regina Marinangelo

Disponível para venda. Peça aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *